Buscar
  • VO2 PILATES

O legado de Joseph através dos seus Elders



Falar do legado de Joseph Pilates é sinônimo de mencionar seu Elders, os mais experientes alunos que deram continuidade ao método, avalizados pelo próprio Joe.


Bailarinos, ginastas, artistas - todos tem um ponto de convergência em sua história: o universo da Broadway dos Estados Unidos, décadas de 50 a 70, onde Joe Pilates instalou seu estúdio, já com o método organizado e aparelhos construídos e patenteados, para atender aos mais diversos alunos, que buscavam tratamento para suas lesões.


Cada qual trouxe contribuições específicas, que formataram o Pilates que conhecemos hoje. Muitas vertentes, exercícios e modificações aconteceram - fosse para se adequar à estatura dos alunos modernos, ou fosse porque suas referências eram o aprendizado pessoal - com base em suas patologias particulares. Pouco se sabe do que levou cada Elder a implementar alterações próprias.


Até hoje existe muita polêmica sobre 'qual Elder realmente foi mais fiel ao método criado por Joseph', e muitos profissionais e estudiosos se empenham diariamente para realizar o rastreamento contrário, detectando momentos chaves no desenvolvimento de cada um, e como influenciaram no método. Uma das teorias mais organizada prega que apenas o método criado pelo próprio Joe pode ser chamado de 'Método original'. Já o método aprimorado pelos seus Elders, cada qual à sua forma, é chamado de 'Método Clássico'.


Abaixo, confira uma síntese biográfica de todos eles, uma investigação feita em parceria com Luciana Pauli, parceira VO2 Pilates nesta divulgação de conteúdo.


Mary Bowen Em 1959, Mary tinha 29 anos e estava em conflito. Ela adorava trabalhar como artista, mas resistia a fama. Nesse momento, Mary também sofria de graves problemas nas costas. Um dia Ela leu um artigo em um jornal escrito por Joseph. A imagem de Joe era intrigante. Um leão humano! um homem de pé com o peito nu, pernas nuas, calção de banho e uma juba de cabelos brancos. As palavras de Joseph Pilates despertaram seu interesse. Onde ele disse: “Baseio meu método no bebê e no gato!" Depois disso ela resolveu procurar por ele. Esse foi o começo de uma vida. Ela estudou com Joseph e Clara duas vezes por semana, durante seis anos e meio, até a morte dele.

Ela continuou a estudar com Bob Seed, Romana, Kathy Grant, Bruce King, Jean Claude. Quando jovem, Mary teve muitas perguntas sobre a vida. Ela sabia intuitivamente que o entretenimento não era o caminho pretendido para sua vida. Ela precisava seguir uma jornada de autodescoberta. Ela se tornou uma psicanalista aos 40 anos, enquanto ainda pratica Pilates como estudante. Seu ensino de Pilates começou em 1975. Por volta de 1995, ela começou a fundir sua psicanálise e o Pilates. Ela nomeou isso de abordagem, "Pilates Plus Psyche". Palavras de Mary: "acredito que um professor deve sempre permanecer um aluno".



Quem foi Robert Fitzgerald? Foi um bailarino que abriu seu próprio estúdio na cidade de Nova Iorque (EUA) na década de 90. Seu estabelecimento era muito popular e frequentado por muitos dançarinos, tendo como clientes bailarinos da Companhia Martha Graham. Ele teve conhecimento e vivenciou o método Pilates através do seu contato com Carola Trier. Não se tem registros de que Fitzgerald fez aulas diretamente com o criador do método, o magnífico Joseph Pilates. A fotografia aqui apresentada foi registrada na ocasião da participação de Fitzgerald como padrinho de casamento de Daniela Stasi, que aconteceu no Brasil. Este fato histórico ocorreu, pois, Daniela foi dançarina da companhia de dança de Martha Graham. A foto que aqui apresento foi gentilmente cedida por Ruth Rachou, bailarina e pioneira do Pilates neste País Tropical e bonito por natureza – o Brasil! Que cedeu a imagem ao Rafael Marinho do estúdio Tao terapias integradas. De modo a eternizar esse retrato como um momento ímpar do Pilates no Brasil, Rafael disponibilizou a imagem ao Natanael Arruda. Ao receber esta imagem do Natanael, estou aqui divulgando esse importante registro fotográfico para os amantes do Pilates Clássico - assim todos poderão conhecer a respeito desse momento histórico e sobre a pessoa icônica que foi Robert Fitzgerald.


Jay Grimes começou seus estudos com Joseph Pilates em meados dos anos sessenta e, após a morte de Joseph, continuou a estudar com Clara Pilates, por mais dez anos. Jay começou a lecionar no estúdio original de Joseph Pilates na 8th Avenue em Nova York e desde então ensina em todo o mundo. Ele dançou profissionalmente na Broadway por 18 anos, e nunca se machucou. Isso ele atribui inteiramente ao Pilates. Ele se tornou reconhecido e valorizado na comunidade do Pilates por sua experiência, humildade e integridade na manutenção do trabalho de Joseph Pilates. Ao longo dos anos, os clientes de Jay variaram de estrelas da Broadway, Hollywood, música, ópera a políticos, empresários, donas de casa e atletas olímpicos. O seu estúdio fica na Califórnia, onde mantém um programa de formação e treinamento contínuo para professores, além disso ele viaja o mundo ministrando workshops e palestras, estando sempre presente nas Conferências de Pilates Clássico dos EUA e da Europa.


Ron Fletcher foi um Elder de Joseph Pilates, conhecido pela notável expansão do método Pilates na Costa Oeste dos Estados Unidos, no extremo oposto do primeiro estúdio de Joseph em New York. O Elder faleceu em 6 de dezembro de 2011, deixando sua incrível contribuição ao Pilates na memória de todos os instrutores do método. Para homenageá-lo, nós do Blog Pilates, resolvemos organizar uma linha do tempo sobre a vida de Fletcher. Ron mudou-se para New York ainda jovem, aos 18 anos, para tentar uma carreira em marketing. Porém, alguns anos depois, ao conhecer Martha Graham, Fletcher decidiu aventurar-se pelo teatro e pela dança. Foi nessa época que Fletcher se tornou coreógrafo e bailarino, fazendo parte inclusive da Broadway. Tudo mudou quando, em 1948, o bailarino sofreu uma lesão grave no joelho e foi aconselhado a procurar ajuda no estúdio de Joseph Pilates. O bailarino se encantou com o método e, assim como os outros Elders, decidiu aprender diretamente com Joseph os princípios de técnicas do Pilates para aplicá-los em outras pessoas. Depois da morte de Joseph, Ron Fletcher levou o Método Pilates para Beverly Hills, montando o primeiro estúdio de Pilates na Costa Oeste. Atraindo a atenção de várias personalidades famosas na época, o estúdio foi responsável por expandir o método à outras regiões.


Bruce King, Bailarino e natural da Califórnia, radicado em Nova Iorque, chegou ao estúdio de Clara e Joseph Pilates no ano de 1958 com uma péssima forma, segundo Clara, que contou a Romana que ele fez apenas o Footwork no Reformer durante 6 meses até começar a melhorar sua performance e shape. Abriu seu estúdio nos anos 70. Bruce King recebeu reconhecimento nacional como dançarino, coreógrafo e autor. Ele se formou na Universidade da Califórnia, Berkeley, e obteve seu mestrado na Universidade de Nova York. Ele era membro da Merce Cunningham Company, da Alwin Nikolais Company e dançarino e coreógrafo de destaque em teatro musical e televisão. Seus shows solo e trabalhos em grupo foram realizados nos Estados Unidos e em Nova York. Seu estudo ao longo da vida do movimento começou com seu treinamento inicial de dança e foi estendido por anos de estudo de exercícios com Joseph Pilates.


Eve Gentry foi uma bailarina e coreógrafa que estudou regularmente com Joseph Pilates no seu estúdio. Em 1955 ela foi diagnosticada com câncer de mama e sofreu uma cirurgia agressiva e dramática. No pós cirúrgico ficou incapaz de elevar seus braços pois uma grande porção dos músculos peitorais foi retirada. Apesar desse fato, ela retornou as suas aulas com Joseph Pilates no intuito de restaurar seu arco de movimento, força e função dos seus membros superiores. Joseph Pilates realizou com ela um trabalho individualizado e obteve ótimos resultados. Decidiu filmar seu trabalho para demonstrar o efeito dos seus exercícios na recuperação motora de Eve. Com esse video Joseph Pilates teve uma reunião com a comunidade médica, que o recebeu com interesse nos resultados do seu programa de reabilitação no pós operatório de Câncer de mama mas não obteve sucesso em instaura-lo nos hospitais dos EUA. Ele e Eve continuaram a trabalhar juntos e ela teve uma recuperação incrível e se tornou discípula e depois mestre no método Pilates. Exemplo de superação, dedicação, Eve é admirada por todas as escolas do método.


Carola Strauss Trier nasceu em Frankfurt, Alemanha, em 1913. Para seguir uma carreira de bailarina Carola foi estudar com Rudolf Von Laban, que foi um dos percursores da Dança Moderna ao explorar todas as possibilidades de movimento do corpo, na Laban School. Com a ascensão de Hitler na Segunda Guerra Mundial, sua família fugiu para os Estados Unidos enquanto ela preferiu ficar e continuar performando. Carola foi para um campo de concentração nazista na França (Gurs Camp), onde relatou que teve que entreter os nazistas com sua técnica de contorcionismo no patins. Em 1942 ela conseguiu fugir para os Estados Unidos para encontrar sua família. Em 1950 Carola lesionou seu joelho, O Dr. Henry Jordan, especialista em ortopedia que a tratou no Hospital Lenox Hill, sugeriu que ela deveria ir ao estúdio de Joseph Pilates para reabilitação. Ela trabalhou com Clara e Joseph nos dez anos seguintes. Em 1960 Carola foi abrir seu próprio estúdio de Contrologia, sediado na oitava avenida em Nova York, com o consentimento e ajuda de Joseph que chegou a fazer os equipamentos para ela. Carola foi a primeira de dois de todos os seus discípulos que abriram seus espaços enquanto Joseph ainda estava vivo. A partir de seus estudos ela conseguiu fazer seu nome no meio de condicionamento corporal, reabilitação e trabalho corretivo,onde muitos bailarinos foram treinar com ela. Ela escreveu um livro falando dos benefícios dos exercícios para crianças, Exercise, what it is,what it does, publicado em 1982. Ela foi professora, palestrante e uma mulher de negócios que conquistou seu nome pela qualidade nos atendimentos de seus clientes. Carola parou de ensinar Pilates em 1986, mas continuou envolvida em workshops. Faleceu com 87 anos, em 2000. O outro Elder que abriu seu próprio estúdio em Nova York foi Robert Fitzgerald.


Lolita San Miguel é uma das Elders do Pilates, ela e Kathy Grant – são as únicas pessoas da história a terem certificação como instrutoras assinada pelo próprio Joseph Pilates. Ela Nasceu em Nova York e aos 3 anos de idade é levada pelos pais para Porto Rico, país de origem. Em 1945 ela Volta para os Estados Unidos, onde estudou na Escola de Balé Americano. E mais tarde formou-se pela Escola Superior de artes cênicas. Por conta de uma lesão no joelho, o ortopedista que a tratou, DR, Henry Jordan do Hospital Lenox Hill de New York sugeriu que ela tomasse aulas de pilates com Carola Trier a fim de que melhorasse sua patologia. Foi assim que ela começou a estudar o método e recebeu sua primeira certificação de Carola Trier. Após um tempo, Lolita San Miguel e Kathy Grant decidiram procurar pelo próprio Joseph Pilates, para que ele as treinasse. E foi assim que começaram as aulas com o mestre que duraram cerca de um ano. Ela foi certificada por Joseph Pilates pela Universidade Estadual de Nova York. Após uma distinta carreira na dança, Lolita mudou-se com o marido para Porto Rico em 1977, onde fundou o Ballet Concierto de Puerto Rico e a Pilates y Más, Inc. Seu Programa de Mentor Mestrado formou "Lolita's DisciplesTM" em seis continentes. O Programa Legado de Treinamento de Professores de Lolita também é ministrado nacional e internacionalmente por seus Educadores Discípulos. Lolita se orgulha de sua iniciativa de colocar uma placa em homenagem a Joseph Pilates no local onde ele nasceu em Mönchengladbach, Alemanha. Ela reside em Palm Beach Gardens, FL. II.


Kathleen Stanford Grant Mestre de Pilates da primeira geração e dançarina. Nasceu em 1 de agosto de 1921 em Boston, Massachusetts. "Acho que comecei a dançar no ventre de minha mãe", disse Kathy, "mas, quando criança, não havia muito interesse no teatro, especialmente no teatro negro de Boston". Aos nove anos, ele começou a ter aulas de balé no Conservatório de Música de Boston. Devido às atitudes raciais preconceituosas da época, ele teve que ir ao conservatório quando não havia outros alunos lá e fazer aulas particulares. Além de dançar, ela foi coreógrafa assistente em muitos projetos, diretora administrativa do Dance Theatre do Harlem e participou de diversos programas de artes. Ela também é uma das duas únicas pessoas certificadas para ensinar Pilates pelo próprio Joseph Pilates. Kathy foi encaminhada a Joseph Pilates pela dançarina Pearl Bailey, após uma cirurgia no joelho. Depois de apenas alguns anos, começou a lecionar no estúdio de Carola Trier e, posteriormente, executou o programa de Pilates na loja de departamentos de Henri Bendel. Na Bendel, ela ensinou às lojas clientes afluentes, bem como dançarinos de muitas empresas de Nova York. Em 1988, ela começou a lecionar na Escola de Artes Tisch. Ela treinou estudantes, dançarinos profissionais e aposentados e não dançarinos. Foi em Tisch onde ela desenvolveu seu vocabulário para os alunos aprenderem e fortalecerem seus corpos antes de fazer o trabalho de Pilates.


Romana Kryzanowska nasceu em Detroit (Michigan) em 30 de junho de 1923, filha única de uma família de artistas, o pai era russo e a mãe americana. Passou a infância na Flórida e aos dezessete anos residia em Nova York e era uma jovem bailarina da School of American Ballet. Na ocasião, tinha lesionado seu tornozelo e não podia mais dançar. Foi apresentada a Joseph Pilates por George Balanchine e passou a fazer aulas de Pilates. Relatou que Joseph Pilates havia lhe dito: “Bem mocinha, faça cinco aulas. Se funcionar continue, caso contrário, leve o seu dinheiro de volta”. Já na sua primeira sessão, estranhou o fato de que para apenas uma lesão de tornozelo tivesse que exercitar todo o corpo, com exercícios não específicos para a área lesionada. Notou que o inchaço diminuiu e conseguiu totalmente recuperada retornar as suas aulas de Ballet. Tornou-se aluna de Pilates e, posteriormente, professora em 1942, sob sua supervisão. Romana passou mais de setenta anos ensinando e certificando professores no Método desenvolvido por Joseph Pilates em vários países. Após o falecimento de Romana Kryzanowska (trinta de agosto de 2013), sua filha, Sari Mejia Santo, representa a segunda geração a continuar a tradição do ensino do Método em sua forma original. Dirige atualmente o Romana’s Pilates, e continua o trabalho iniciado por sua mãe de certificar pessoas no Método ao redor do mundo.

254 visualizações

Posts recentes

Ver tudo
  • Instagram - White Circle
  • Facebook - White Circle
  • Whatsapp

© 2020 - VO2 Pilates Clássico